17 setembro 2007


CHOCOLATES, SUSPIROS E INTERROGAÇÕES!!


Tem horas em que quase te odeio, placidamente te odeio. Um odiar sem o peso do ódio, talvez uma raiva, não sei.... Mas assim fica mais fácil de chegar perto do que sinto. Te odeio, levemente te odeio.

Te odeio por me dar amostra grátis do que não posso possuir. Por me mostrar uma vida que não poderei ter. E por não me deixar ser alguém que há muito tempo anseio ser, ter atitudes que quero tomar, gestos que gostaria de fazer. Por não me deixar viver pela primeira vez as circunstâncias favoráveis. Por não se deixar ser o primeiro em tantos aspectos...

Eu seria capaz de tantas coisas que sequer imaginas, tantas pequenas surpresas, por que adoro pequenas surpresas, fazê-las e recebê-las.

Te odeio por não me deixar ser alguém que imagino que sou e nunca se concretiza, por que nunca tive a oportunidade de ser.

Por não perceber o quão pífia são certas escolhas. Não perceber que poucas vezes a vida nos apresenta grandes oportunidades. Que não se ganha na loto e não se retira o prêmio.

Te odeio não só por não me deixar vivenciar todas essas coisas que imagino, mas também me privar das que sequer faço idéia que seriam vividas!

Te odeio por que não posso te amar.

9 comentários:

Celta disse...

Você também gostaria de amar, né? eu também. beijos

Carlos disse...

é... parece que tb odeio de leve alguém, hehehhehe

Marina disse...

Lindo post Gu.
Parabens.
+ uma a identificar-se com suas palavras.
bjos!

Harley Arruda disse...

Eita.... isso em lembrou um texto q vc fez uma vez sobre musica... tipo... a musica q t lembra o momento com alguem... acho q tá de novo nessa fase? rsrsrs Qualquer coisa s´´o escrever ou ligar viu?!

Paina disse...

Quero comer esse chocolate!!!
Vem logo!!!
Gostoso!Maravilhoso!
Amigo meu!!

prim_ana disse...

há tempos não recordava desse teu talento.
te odeio por me fazeres sentir uma péssima escritora!
:0)

preciso dizer que A M E I?!
beijo

prim_ana disse...

há tempos não recordava desse teu talento.
te odeio por me fazer sentir uma péssima escritora!
:0)

preciso dizer que A M E I?!
beijo

Bruno tajes disse...

Parabéns, muito bom mesmo, talento mil... bjão

Karin Malka disse...

É por isso que eu sou sua amiga! Por escrever esse texto e fazer a minha alma sentir dor com as suas palavras doloridas! Sou sua amiga porque sensibilidade é um dom nato! E você de fato, é sensível! Como eu tenho orgulho dessa amizade! Ainda preciso te parabenizar?? hehehe!! AMO! Beijos!