26 dezembro 2008




Confissões de Um Jovem Ator


Tenho tentado ficar bem. Tenho tentado não dar aos problemas tamanhos maiores do que eles têm. Ou talvez esteja tentando não lhes reconhecer o verdadeiro tamanho. Não sei. Talvez seja melhor acreditar no primeiro, no momento. No que concerne somente a mim.
Gostaria que soubessem que não sou um louco, irresponsável, insensível ou leviano. Que não consegue entender a dimensão do caos que estamos vivendo, todos. Entendo. Mas reconheço em mim, mais do que nunca, a quase impossibilidade de seguir outro rumo, que não aquele que tomei tempos atrás. Apresenta-se para mim a verdade inquestionável, irrefutável de que não posso mais ser nada além daquilo que já sou. Por mais que reconheça em mim qualidades que me permitissem tomar outros rumos, aquilo que sou encontra-se tão fortemente enraizado que as outras possibilidades desvanecem.
Estou tentando. Da melhor forma que posso. Com todo amor e respeito. Estou tentando. Mas ás vezes tudo parece muito difícil. Aquilo que sou e o que não sou. Os dois tento. Os dois difíceis.
Só gostaria que soubessem isso. Estou tentando.

Um comentário:

superior disse...

I will pass on your article introduced to my other friends, because really good!
wholesale jewelry