14 julho 2009


SÉRIE: QUERIA SER UM X-MEN

Como bom fã de história em quadrinhos (HQ`s) que sou, volta e meia divago sobre o personagem que gostaria de ser, ou que poder gostaria de ter. E obviamente a resposta varia de tempos em tempos, necessidades, momentos.
Inusitadamente hoje me ocorreu, que na atual conjuntura, queria ser o homem múltiplo. Bater os calcanhares e criar cópias de mim, pra fazer as coisas que quero ou preciso. Eu? Ficaria na cama, veria filmes, essas coisas.
Um “eu” iria pra praia, quero/preciso me bronzear. Outro iria à academia, de repente até três iam, um malha peito, o outro ombro, o outro tríceps, e assim por diante. Eles voltam pra casa e pronto, estou sarado e moreno. Um “eu” para coisas burocráticas, outro pra fazer tarefas no computador enquanto vejo peças e saio com amigos.
Agora me dou conta de como seria incrível mesmo, enquanto faço a peça – porque não vou correr o risco d mandar uma cópia no meu lugar e vai que é uma que não sabe as marcas e texto?? – um “eu” vai assistir as peças que quero ver e estão no mesmo horário, filmes. AH! Daria tempo pra tanta coisa.
Não perderia mais aulas de dança, as que são de manhã então... Era só mandar a copia.
E no fim só reabsorve-las e tudo o que elas fizeram passa para o “Eu” original.

Como dizem... Sonhar não custa...

4 comentários:

]Laris[ disse...

sonhar... custa... cópia... original...

beijão lindo! adoro amo seus textos... escreva sempreeeeeeeee :D

tati disse...

ô vontade.
o original no palco bem que seria bom pôr o outro na platéia, pra ver se "eu" tá fazendo direitinho, rs...

Fábio Enriquez disse...

Acho que este é o maior anseio do homem moderno...
Adorei...
Só que sonhar custa sim:

saber que é sonho!

Abraço grande Gustavo!

Gabi Giffoni disse...

Gus, estava bisbilhotando vários blogs num dia em que a "eu" original está gripadíssima e de férias = tédio. Mas, o meu tédio é quebrado quando eu leio uma coisa que me desperta ou risos, ou questinoamentos ou lágrimas. O seu me despertou risos e vários questionamentos...

Eu tenho mania de querer ser máquina e acabo esgotada também...

Ah, gostei demais!

Ps: Aqui é a Gabi da comunidade do Avenida Q no órkutch.