09 agosto 2006

GÊNESE DOS NOVOS FILÓSOFOS

Camilo Pellegrini que me perdoe, mas tive q pegar parte do título de sua última peça emprestado...

A questão é a seguinte, um estranho pensamento me assola ultimamente...ao conhecer e conviver com artistas, filósofos, pensadores, intelectuais e etc...tem umas horas que penso "Ai!! que Gente chata!!". Por que tudo tem que ser sempre tão profundo, embasado, ter uma questão capital, ter uma explicação criativa ou filosófica, ou seja, lá o que for?? Não dá para relaxar e deixar as coisas serem??

E o discurso?? Por Que o discurso sempre tem que ser empolado, soar pretensamente erudito?? ai...preguiça!!!

Mas o que acho realmente estranho, é que antigamente filósofos, intelectuais e artistas eram boêmios, saiam, viviam nas ruas no meio do povo, viviam e viam a vida acontecer, para a partir disso extrair seus pensamentos. Hoje em dia as pessoas que se autodenominam como tal, vivem quase que trancafiadas em casa, fumando maconha e extraindo seus pensamentos dos livros que lêem e dos jornais, sim, por que intelectual que se presa não vê televisão!! Se a pessoa não vive e não vê os outros viverem, como ela tem qualquer tipo de pensamento sobre a vida??

Por isso acabo por achar que os verdadeiros filósofos são os porteiros, os taxistas, domésticas, manicures, primeiro por viverem e verem vida mais que ninguém!! E segundo por que o discurso, ah!!! o discurso...é ai, bruto, na lata, pão pão queijo queijo, sabe? Dizem tudo o que tem que ser dito da forma mais simples e direta possível e ali está todo um tratado de filosofia real e pertinente, sem ter que fazer voltas e voltas, de fala empolada para parecer mais inteligente ou genial, SÃO GENIAIS, PONTO.

ESSES É QUE SÃO SO VERDADEIROS ARTISTAS E FILÓSOFOS DA ATUALIDADE!!!!