15 agosto 2009



EQUAÇÃO SEM RAZÃO



Depois da nossa conversa de hoje muitas coisas estão rondando minha cabeça... Coisas que deixei de dizer... Achei que eram melhor não... "por que existem coisas terríveis que precisam ser ditas? " Né?, Mas o fato é que elas aqui ficaram, e o mais estranho é que de alguma forma me parece ainda, que agora, depois de tudo eu deveria ter falado ... Ou não! Será você a pessoa pra quem eu possa falar todas essas coisas???

Pior é eu não saber se amanhã as falarei, por vontade mesmo, ou por me ocorrer...

Acho que o que quero dizer... que quase me revelei por completo e tive receio... Sempre temos!!! E ainda não sei se devo me revelar mesmo, apesar de ter te dado um vislumbre... Ou -não sei- se nunca devemos nos revelar a qualquer um, me faço claro? (quando digo me faço claro é por que as palavras nunca parecem suficientes pra expressar as sensações, não concorda?). Se devemos ser secretos pra sempre, pra nós mesmos! Se há coisas que pertencem só a nós e nunca dividirmos com outrem.
Mas sem nos dividirmos, que graça a vida tem?

3 comentários:

Srta V disse...

Se por um lado não queremos nos censurar por outro sempre acabamos por nos indagar se vale a pena tanta exposição. Se estamos jogando nossas pérolas aos porcos!
Nessas horas nossa única arma ou defesa é a sensilibildade! E o nosso ego! Sejamos egoístas: vamos vomitar ou calar a nossa voz. O principal é sempre estar bem conosco

]Laris[ disse...

eu sou assim... quem não é.....
por isso escrevo.

lindo eternamente lindo!
amo ler você.

Cícero disse...

Nunca faz bem se expor de mais, pois depois a gente sempre se sente mal.
Um conselho é: não faça coisas que tenham que ser guardadas como segredos, mas se porventura fizer, deixe saber apenas quem realmente precisar saber. Ou seja, quem precisa saber para não perder a confiança em você. Mais ninguém.
Abração e tudo que há de bom.